PERITAGEM ÀS CAUSAS DE HUMIDADE DEVIDAS A UMA CÂMARA FRIGORÍFICA

A Engipar realizou uma peritagem técnica por forma a detetar as causas da presença de manchas de humidade numa laje de um edifício industrial.

Estas manchas estavam presentes na laje aligeirada de vigotas pré-esforçadas e manifestavam uma configuração muito dispersa, apresentando gotículas de água em algumas zonas. Também era visível o destacamento do recobrimento de algumas armaduras.

Verificou-se que a área de incidência destas anomalias coincidia com a delimitação de uma câmara frigorífica que estava instalada no piso superior. Este equipamento funciona com temperaturas na ordem dos -19º C, criando diferenciais elevados de temperatura na laje de suporte.

Na instalação de uma câmara frigorifica, a zona mais crítica a isolar é a sua base de suporte, onde se verificam as temperaturas mais negativas. Assim, é importante que este local esteja isolado, por forma a evitar a ocorrência de transmissões marginais de condensações.

A falta ou deficiente isolamento térmico do pavimento nesta zona e as baixas temperaturas a que a laje está sujeita proporcionam as condições necessárias para a ocorrência de condensações. Foi excluída a possibilidade da causa da humidade presente ser devida a alguma infraestrutura.

Para solucionar esta anomalia, e dada a impossibilidade de se intervir no pavimento, preconiza-se a realização do isolamento térmico no teto do piso inferior.